Abstinencia


Estou perdida no meio de tanta confusão, perdida entre todos os meus sonhos, pressa, corro a procura de uma resposta, preciso encontrar você e dizer que o tempo passou mais aqui por dentro continua tudo igual, continua tudo como você deixou.
Coisas velhas causam essa tal abstinencia que anda me perseguindo, tenho que me livrar dela, mais doí, machuca, quebra todo meu corpo e me sinto incapaz de me livrar das lembranças.Aprendo, aprendi a conviver com ela, mas hoje ela me incomoda, quero viver, porque embora esteja viva me sinto morta, todos meus pensamentos já não existem mais. E eu corro atrás de todo tempo que todas as suas lembranças me fizeram morrer. 
Depois de me livrar de tudo que me fazia mal começo a acreditar em contos de fadas .

                                                                                                         Carol Rodrigues.       

2 comentários:

gabriela marques. disse...

"me sinto incapaz de me livrar das lembranças". Uma pena lembrar! Tento forçar a mente pra lembrar um velho amor meu do ano passado, e o que me resta são apenas vagas lembranças não muito nítidas.
Mas acho normal, costumo dizer que se não lembro é porque foi bom, pois dizem que apenas lembramos de coisas ruins.

. mais do que palavras disse...

sempre ficam as lembranças, concordo com você , bjs ;*

Postar um comentário