(...)

0 comentários

 "Esteja aqui, mesmo se o mundo te pedir para não ficar."
                              
Fique aqui comigo, só hoje. Só um pouquinho, eu prometo que ficarei quieta se você ficar. Deixa eu aproveitar esse momento, que amanhã poderá ser apenas um sonho. É o amanhã que me preocupa, é a impotência diante da vida que me deixa assim.

Tenho tão pouco tempo pra te dizer tantas coisas que nem sei por onde começar. Está frio lá fora. Então, fique aqui comigo, para me esquentar e me proteger. Não precisa dizer nada se não quiser, somente o som da tua respiração já me conforta e me faz perder toda a razão.

Me acalme? Tenho receio da perda e do desconhecido. E quando fico assim, meio descontrolada, a única coisa da qual preciso e julgo como necessário é você.

Só quero ficar aqui, quieta acompanhada da sua respiração. Não quero pensar no amanhã, aonde ir e o que fazer. Quero quardá-lo eternamente na minha memória. Apenas fique aqui comigo, hoje, amanhã e até o nosso felizes para sempre.

                                                                                                                              Karol Ribeiro;

                                              

Inteiro ;

0 comentários


Hoje acordei inteira. Migalhas? Pedaços? Uma parte do seu coração? Não, obrigada. Não gosto de nada que seja metade. Não gosto de meio termo. Gosto dos extremos. Gosto do frio. Gosto do quente. Gosto dos dedinhos dos pés congelados ou do calor que me faz suar o cabelo. Não gosto do morno. Não gosto de temperatura-ambiente. Na verdade eu quero tudo. Ou quero nada. Por favor, nada de pouco quando o mundo é meu. Não sei sentir em doses homeopáticas. Sempre fui daquelas que falam "eu te amo" primeiro. Sempre fui daquelas que vão embora sem olhar pra trás. Sempre dei a cara à tapa. Sempre preferi o duvidoso ao certo. Quero que se alguém estiver comigo, que esteja. Mesmo que seja só naquele momento. Mesmo que mude de idéia no dia seguinte, mais que seja meu por inteiro. Sou egoísta até um certo ponto , não gosto de dividir nada do que é meu, confio até demais nas pessoas, a verdade é ou eu te amo ou eu te evito. Por você ser assim, meio meu, meu de ninguém é que eu decidi te deixar, moço, é o seguinte, estou cansada de ser dilacerada no final, de ter sempre que sofrer sozinha e ser a única a chorar, já não aguentava mais os pedaços que você me dava ao fim da noite, as meias palavras e eu sempre achava que tudo podia mudar. A verdade é que todo mundo me dizia que eu era louca de confiar em você, que você não amava nem a si mesmo, e isso me doía tanto, por ver meu sentimento assim acabado como se fosse um qualquer, andando pelas vagas ruas de uma cidade distante. Caindo, corpo, mente e coração, dentro de um buraco, que hoje insisto em deixar vazia, meias palavras, meios sentimentos, migalhas de amor? Não obrigado eu deixo pra próxima otária ;*
                                                                                    
                                                                       Carol Rodrigues .

Assim meio sem jeito;

0 comentários

Dessas que nunca sabem direito

Chega um momento da sua vida, que voce não se importa mas com nada, eu sempre fui assim meio desligada, incompreensível, e de grandes pensamentos, já tentaram desvenda-los; impossível  moço.Nem eu me entendo as vezes, escrevo coisas que transbordam dentro de mim. Seja assim meio tímida as vezes, ou me colocando nas dores dos outros, odeio garotas que fantasiam coisas,tentam viver seus romances fúteis, fico olhando elas e me da um certo asco, são insensíveis, ignorantes e não guardam segredos. Amo minhas amigas, são loucas as vezes mas me entendem como ninguém, amo os meus amigos são os melhores, mesmo que virtualmente conseguem me deixar o mais natural possível, sempre com um sorriso no rosto.Sou chata as vezes,só algumas pessoas me aturam, mas tenho um coração gigantesco acredite se quiser!Me irrito fácil, mais tenho uma capacidade incrível de perdoar, não guardo mágoa de ninguém, estou sempre aberta pra novas amizades, mas digo não são todos que batem com o meu jeito de ser.Adoro analisar o comportamento de cada pessoa. Vou além dos meu ideais e me supero a cada dia, luto com unhas e dentes para defender meu amigos, estou aqui para o que der e vier.O amor, ah isso pra mim ainda é um mistério não sei ainda muito bem o que seja. Mas amo minha mãe, ela me diz; que sou um presente de Deus, amo Deus, é minha base, amo muito meu pai, a aquele abraço que eu adoro, minha unica avó e meu único avô são maravilhosos, tenho muito a agradecer.Muitos que amo moram longe de mim ,e acho uma injustiça agente ficar longe de quem agente ama,só porque uma tal de distância existe.Adoro musica, adoro filmes,adoro cuidar das pessoas,amo a atualidade, e sou amante da maquiagem,por mais simples que seja, adoro conversar, amo as cores,adoro fotografia.Confesso não gosto de falar muito de mim, e nem contar o que se passa, eu sempre me achei um pouco diferente das outras, não me apaixono fácil, muitas vezes tenho opiniões contarias a todas. Não sou melhor que ninguém, mas agradeço a educação que os meus pais me deram.Eu sou isso e muito mais,e vou sendo a cada dia que passa uma pessoa diferente,assim como você.Mudo de opinião constantemente,e aprendo muito com as lições da vida,uma coisa é certo,nada é em vão.Se sou assim,me tornei assim e vou sendo assim,sempre, e a beleza da coisa.
Ana Souza.


Ele disse que era para sempre, você quase acreditou.

0 comentários

Ele disse que era para sempre, você quase acreditou.
 Vocês começaram ao contrário, e eram diferente de qualquer outro casal que conheciam. Brigavam às vezes, por motivos que agora te parecem idiotas e odiavam andar de mãos dadas. Demonstravam todo o  amor de maneira invisível, de maneira que só os dois entendiam. Isso era o bastante. Mas em algum momento, no qual você não percebeu, deixou de ser. E a falta de algo que não te faltava o fez faltar.  Amor? Ausente. Angústia? Presente, para sempre – ou quase.
Vocês se entendiam, e de repente, ele passou a querer entender o resto do mundo – sociologia nunca foi a matéria preferida dele, você sempre soube disso.
Enquanto ele se aventurava em curvas perigosas – você sabe do que estou falando, e principalmente, do quando elas podem machucar – você continuava no acostamento. Pedindo carona em algum carro – qualquer carro, mas no fundo sei que o que você realmente esperou por todo aquele tempo, foi uma ambulância. Você queria que ele se machucasse, você queria cura-lo.
Dentro de você ainda existia uma sensação de quase fim, com quase começo. E independente do quanto o cara que você conhecesse fosse incrível, ele não odiaria andar de mãos dadas.
Ele mandaria flores rosas – você odeia flores rosas.
Ele escreveria poemas  - você odeia rimas mal feitas.
Ele choraria por você – você é quem costumava fazer isso.
Agora você esta decidida: Cansou de pedir carona e parar sempre na próxima esquina. Vai caminhar com seus próprios pés, um passo de cada vez e observando toda a paisagem do caminho.
Sem mãos dadas.
Com flores de todos os tipos e cores no campo.
E claro, sempre implicando com a natureza por motivos bobos – por aí não faz tanto calor assim.
Percebe que sozinha, você conseguiu exatamente o queria?
                                                                   Ana Souza.
por: Bruna Vieira 

Minha razão

0 comentários


Quer mesmo saber o que eu penso? Quer a verdade? Então tome, aqui esta ela.Prove e sinta. Eu tenho medo de tudo que possa me machucar, me sangrar, eu tenho preguiça de cometer erros, Não gosto de nada morno, ou é quente ou é frio, tão extremista quanto o sol e a neve. Gosto de riscos parece que isso me alimenta por dentro, adoro sentir a adrenalina no meu corpo e enfrentar o que eu tenho medo. Admiro quem segue o coração e sabe amar intensamente, dos que são poetas e mesmo assim às vezes deixam as palavras saírem assim, meio ríspidas demais. Ser louca, chata, linda, insolúvel e sincera mesmo que seja por demais. Odeio pessoas burras e sonsas ou aquelas que adoram puxar saco por interesse, mais sou admiradora nata de pessoas espertas, inteligentes e que sabem o que quere. Tenho uma TPM horrível. Sou teimosa e acredito em todos os meus sonhos, por mais impossíveis que eles pareçam. Sou uma garota cheia de fases. Sou viciada em gente, mais, mesmo assim, às vezes adoro ficar sozinha. Por isso eu te peço, me provoque, me surpreenda, me desafie, me beije quando eu menos esperar, me tire do sério,me tire do tédio, me faça sentir, viver, sorrir, vire todo mundo de ponta cabeça, me agite, me acalme, mais pelo amor de Deus não me deixe cair em monotonia. Quero chorar até ficar com cara de sapo, sorrir até a barriga doer, gritar até estourar minha garganta. Meu coração é minha razão. Essa é a minha lógica.
                                                   Carol Rodrigues

Morfina;

0 comentários



Quando lutamos contra nós mesmos, somos os únicos a colecionar feridas. Até que ponto vale a pena ater-se ao caminho da menor-dor, do baixo risco e do conforto calculado? Você grita para si mesmo com tanta força essa mentira, que acaba por não ouvir o peito clamando por um segundo de atenção. Mas eu consigo ouví-lo, quando ele encosta no meu, e sigo aguardando o dia em que a tua garganta, de tão rouca, deixe chegar aos teus ouvidos o que para mim fica claro toda vez que teus olhos fecham antes dos meus: é recíproco.

Eu poderia dizer que fui acometido por uma abstinência de sensações às quais já estava acostumado. É o que você sempre diz, mas eu ainda não me acostumei a você. Por isso que eu sempre volto, mesmo quando a minha autoestima implora para que eu espere por um sinal teu. Teus sinais foram dados; nós é que falamos línguas diferentes, quando o assunto é sentir e expressar.

Eu poderia dizer o que já repeti em refrões antigos: que sou “alguém pra ocupar o lugar / de quem não vai voltar”. São palavras que me saltam da língua e páram nos dentes, sempre que sinto medo de que você confirme a minha hipótese. Então eu sigo o teu conselho de me ater apenas às tuas ações. E assim eu sigo, tirando da tua boca frases impensáveis, do teu peito, o calor que eu preciso e, da tua vida, tudo que vai de encontro aos teus planos de não me deixar entrar. Aluguei um espaço no teu pensamento e me sinto confortável aqui, embora nada me garanta que eu não possa ser despejado. Se for pra ser, que assim seja: o frio da rua é mais confortável do que um lar onde já não se quer mais morar. E faz tempo que eu me mudei, jogando fora as chaves da antiga morada.

A vida ensina, a gente aprende. No entanto, isso não quer dizer que não devamos, às vezes, desobedecer as leis que nós mesmos criamos. Cansei de lutar contra mim mesmo, pois já me cobrem o corpo feridas em diferentes fases de cicatrização. Aqui estou, pronto para me aplicar com mais algumas doses cavalares de você, se assim me permitir. E eu já não mais vivo sem essa morfina que eu batizei com o teu nome, há alguns meses atrás.


Créditos : Lucas Silveira

                                                                                 Karol Ribeiro
0 comentários

'' - Que caminho devo seguir? - perguntou Alice.
" - Depende onde você quer chegar, respondeu o gato."

                                                                       Carol Rodrigues .

0 comentários



Só sei que nós nos amamos muito…
- Porque você está usando o verbo no presente? Você ainda me ama?
- Não, eu falei no passado!
- Curioso né? É a mesma conjugação.
- Que língua doida! Quer dizer que NÓS estamos condenados a amar para sempre?
- E não é o que acontece? Digo, nosso amor nunca acaba, o que acaba são as relações…
- Pensar assim me assusta.
- Porque? Você acha isso ruim?
- É que nessas coisas de amor eu sempre dôo demais…
- Você usou o verbo ‘doer’ ou ‘doar’?
- [Pausa] Pois é, também dá no mesmo…

(mynk)                     Ana Souza

Airplanes.

0 comentários

"Podemos fingir que os aviões na escuridão da noite

são como estrelas cadentes

Seria muito bom um pedido agora, um pedido 
agora, um pedido agora"

                                                                                       Ana Souza

Caminhos ;

0 comentários

Há anos eu me limitava a quatro paredes, só elas sabiam todos os meus segredos, viam meus sorrisos, minhas gargalhadas e assim que eu saia para além daquelas paredes eu me tornava uma pessoa fria, ou simplesmente alguém que quer esconder seus sentimentos. Amar, era sinônimo de pecado e a dor sempre andava junto a ele. Eu dizia que não queria nem saber em amar alguém, mas isso nunca coube a mim decidir, e essa era a única forma que eu encontrava de me defender. Isso durou até quando eu conheci o "amor". Com ele fui uma das pessoas mais felizes, senti e conheci os sentimentos mais puros e também os mais obscuros e dolorosos. Me libertei da minha redoma e me escondi atrás dos sorrisos e da maquiagem que desfarçavam as  noites mal dormidas. Com o tempo descobri que assim como julguei os outros, começaram a me julgar, mas eu não ligava, a única coisa que me preocupava era perder você. Eu sempre tinha uma desculpa para aliviar os teus atos e erros. Passei a acreditar  em destino e descobri que há dois caminhos a se seguir. Eu estava seguindo o certo, mas no meio do caminho voltei e segui o outro. Não sabia, mas aquele caminho afetava a vida de um outro alguém, esse que deveria estar no meu lugar, talvez a muito tempo.Deveria haver uma forma do nosso coração sentir isso e nos empedir a tempo. Mas não, pela primeira vez me esqueci da perfeição e caminhei sem medo, até que me perdi e já não conseguia mais encontrar o caminho de volta.
É difícil fechar os olhos e esquecer tudo, quando o seu coração não quer mais aceitar essa idéia. E é assim que eu sigo em frente, com os olhos fechados e ainsa sim, acreditando no amor.

                                                               Karol Ribeiro

Sair daqui.

0 comentários

 Vou colocar meu melhor vestido,arrumar meu cabelo do jeito que eu gosto fazer a melhor maquiagem vou sair e dançar sem medo de ser feliz ,quero o melhor carro;senhor coloque aquela musica que me embala que me deixa com sensação de liberdade não quero escutar ninguém,nem meu inconsciente e desculpe se estou sendo exagerada e só o meu “eu” querendo sempre o mais.O mais que nunca está bom, mais hoje eu quero chamar atenção ;sim e não estou me importando com ninguém chega uma hora que voce deve esquecer de quem te fez sofrer busque a felicidade,em um lugar dentro de voce e transborde,então o que ta esperando para gritar:“eu sou feliz!”
Não espere o príncipe e alias que ele venha em seu cavalo branco ,para com isso.Seja feliz e espere por alguém que te faça MAIS feliz.
Enfim,me obrigaram dizer tudo isso hoje eu poderia estar como as outras garotas felizes,mais ainda quero dançar até o amanhecer,quem sabe uma noite sem dormir te tire da minha memória.Como eu disse,não quero mais problemas.

“Toda garota foda é resultado de um ex-namorado idiota, de um pai machista, de uma sociedade preconceituosa, de uma mente além do seu tempo, de uma dor tão grande que queimou seus sentimentos."
                                         Ana Souza.

..

0 comentários

” … Ele falava de sentimento.
Então, eu perguntei:
- De que cor é a saudade?
Ele me respondeu:
- A saudade tem a cor da pele de quem nos faz falta…”

                 
                                                                       Bianca Ribeiro. 

aquela noite.

0 comentários

Eu coloquei meu melhor vestido e o meu salto mais alto, passei horas me arrumando. A felicidade transmitida pelo meu olhar era inexplicável, estava ligada a uma corrente elétrica violenta. Eu sonhava com aquele dia há anos, eu não sonhava com o amor. Eu sonhava com amar. Eu não sabia se teria outras oportunidades, por isso naquela noite dei a parte mais bonita e simples de mim. Meu coração conversava por telepatia, e depois da meia noite eu criei o meu universo. Universo insano, perigoso. Eu fiz o que pude para de me sentir livre e eu consegui. Naquela noite, eu senti assas de borboletas neon nascerem em minhas costas, e eu brilhei e voei a noite inteira. Até deitar na areia da praia e desejar apenas uma coisa, acordar com sol no rosto e com o barulho das ondas do mar. 


                                                   Bianca Ribeiro. 

porque ? ;x

0 comentários


Ele é um super-homem quando a gente precisa e uma criancinha fofa quando a gente também precisa. Meu Deus, agora faço o maior dos esforços do ano: por que cacete deixei de gostar desse cara? Chocolatinhos, vinho, som ambiente, escurinhos. Ele pára o mundo todo, se ajoelha no sofá deixando as mãos no meu colo: “Você não sabe a saudade que eu senti todo esse tempo.” Seus olhos se enchem de lágrima, a música se torna instrumental matando qualquer outra palavra, a cidade não respira, o tempo não existe, a solidão é coisa de gente que mora muito longe dali, minha mente aquieta todos os monstros, as mulheres lindas nas capas das revistas são empilhadas descartavelmente e viram nada, a poluição vira oxigênio puro e cor-de-rosa, o outro homem que é dono sem merecer do meu corpo magoado explode no ar deixando apenas estrelas para iluminar meu recomeço, as dúvidas todas do que fazer pelos próximos mil anos se simplificam porque eu só desejo viver aquele momento, sim, sim, sim, eu quero zerar tudo de antes e de depois e amar esse homem agora, como antes, como nunca. Por que não? "
 [Texto de Tati Bernardi]

                                                                        Carol Rodrigues.

Depois de algum tempo;

0 comentários

Depois de algum tempo você descobre a diferença entre amigo e colega, e percebe que amizade é algo difícil de conquistar, por isso você vê que poucos são os amigos com os quais pode contar a qualquer hora e para qualquer coisa. E descobre que o tempo e a rotina lhe afastará de alguns desses amigos, mas que isso não diminuirá o que você sente por eles, pois amigo sempre é amigo independente da distância ou da frequência com que seus olhares se encontram. E você percebe que é impossível perdoar algumas coisas e que é possível guardar rancor e mágoa de alguém durante muito tempo, mesmo que isso só te incomode às vezes.


Depois de algum tempo você aprende que amor é uma palavra bipolar e sem definição, que não representa loucura absoluta e nem aventura, mas que é tempestade e calmaria ao mesmo tempo. E você descobre que entre gostar e amar existe uma estrada enorme, cheia de pedras no caminho e que você tem que atravessar se quiser se entregar de verdade. Descobre também que pode demorar até você encontrar o famoso príncipe do cavalo branco, mas que, quando encontrá-lo, ele será o avesso do que você esperava e isso será muito, mas muito bom.

Depois de algum tempo você também percebe que sua vida não é só sua, que não é só você que manda nela, mas que sempre poderá dar a palavra final se quiser. E descobre que em alguns momentos você terá que fazer coisas das quais não irá se orgulhar e outras tantas das quais sentirá um orgulho descomunal e uma louca vontade de fazer de novo e de novo. Você se dá conta de que o tempo sempre será o senhor do destino e que você deve escrever as folhas da sua vida com a flexibilidade do lápis que pode ser apagado e do texto que sempre pode ser modificado, pois a vida é invenção e não rigidez.

Depois de algum tempo você descobre que chorar não é vergonhoso e ser sensível tem seu charme. Descobre que sempre há algo estranho nos dias de chuva e nota que pode haver muito colorido nas entrelinhas dos momentos cinzas e tudo depende do modo como você encara cada coisa, pois tudo na vida é e sempre será uma questão de como você encara e enxerga tudo que acontece.

Créditos : Luciana Brito

                                                                       Karol Ribeiro

me encante.

0 comentários


"Me encante nos mínimos detalhes, saiba me fazer sorrir, aquele sorriso malicioso e gostoso, inocente e carente, me encante com seus olhos, me olhe profundo, mas só por um segundo, depois desvie o seu olhar, como se o meu olhar, não tivesse conseguido te encantar, e então, volte a me fitar, tão profundamente, que eu fique perdida sem saber o que falar, me encante com serenidade, mas não se esqueça, também tem que ser com simplicidade, não pode haver maldade, me encante com uma certa calma, não tenha pressa, tente entender a minha alma, me encante na calada da madrugada, na luz do sol ou embaixo da chuva, me encante sem dizer nada ou até dizendo tudo, sorrindo ou chorando, triste ou alegre, mas me encante de verdade, com vontade, que depois, eu te confesso que me apaixonei e prometo te encantar todos os dias."

                                                                                        Bianca Ribeiro. 

..

0 comentários


As coisas agora vão começar a acontecer é meio tipo ímã, uma coisinha vai magnetizando outra e outra e outra, você vai ver.

apenas lembranças .

0 comentários


Eu lembro o primeiro dia que a gente se conheceu, você me olhando o tempo todo e eu fazendo de conta que você nem estava ali, que grande besteira, eu queria era mesmo ir lá falar com você perguntar seu nome e te dar meu telefone, mais eu não fiz , o que eu passei uma semana arrependida, achei que nunca mais veria você novamente, mais o tempo realmente passou e eu até já havia me esquecido de toda aquela loucura que você me fez sentir, foi quando lá sentada no sofá de uma festa de aniversario da priminha de uma amiga que eu te vi, o vento pegava em seus cabelos e você ria, me deu uma sensação de paz e eu comecei a sorrir junto contigo, e você chegou para falar comigo, a gente ficou horas conversando e eu descobri toda a sua infância, e que você adorava crianças, e então a gente começou a sair como amigos, até que você se tornou o melhor deles, e quando eu disse para ir embora e você me seguro e disse que não ia a lugar algum sem mim , ou então quando nós dois sentados a beira do mar, aquele seu lugar preferido, e olhávamos o por do sol e você me disse que eu lembrava o sol pra você, que eu brilhava e te aquecia quando você sentia frio ou mesmo quando depois de um fora de um menino que era um idiota você seguro minha mão e deu aquele meu sorriso favorito e não preciso dizer nada, aquilo foi o maior conforto pra mim, eu passei a te amar secretamente, e a gente passou anos assim , um amando o outro sem falar nada, até que um dia você segurou em minha cintura e me roubou um beijo quando eu disse que achava sua namorada uma besta, naquela noite eu nem consegui dormir, e foi quando a gente começo a namorar, e eu tinha medo que quando tudo aquilo acabasse eu não teria você, e você realmente se foi, não por escolha sua ou minha, mais porque a vida te levou, e sei que você esta num lugar bem melhor, mais eu sinto tanta falta, falta de você, dos nossos sorrisos, do seu jeito de me fazer te querer e gostar mais domundo, tanta saudade e vontade de te tocar, e mesmo quando eu sinto a sua presença, as noites sem você são sempre tão frias, e meu sorriso já não são o mesmo , e é naquele sol que eu vejo você todos os dias, me aquecendo!

                                                                         Carol Rodrigues .

..

0 comentários

As coisas agora vão começar a acontecer é meio tipo ímã, uma coisinha vai magnetizando outra e outra e outra, você vai ver.
                                                                                         Bianca Ribeiro

negativo ;

0 comentários

A pergunta de Maria na aula de fisíca era se tudo era negativo. E eu até procurava, buscava o lado positivo daquele dia e impossivel aquilo aparentava ser.Nunca tinha sentido a minha au-to estima tão baixa quanto hoje. Eu acordei, escovei os dentes e nem sequer arrumei o cabelo. Coloquei meus oculos de grau e encherguei aquele dia de um angulo negativo. A voz do meu professor preferido, me irritava profundamente. O barulho causado pelos meus colegas me provocava uma vontade louca de fugir. Mais uma vez, eu tinha certeza que o que enfurecia daquela forma era ele.
Os meus batimentos eram altos, minha mão tremia, e eu já havia tirado meu esmalte vermelho. Não o procurei ontem, e nem vou procura-lo hoje. Porque todas essas sensações se multiplicavam desesperadamente só de pensar que ele já deve saber que estou loucamente apaixonada por ele.



                                                                                 Bianca Ribeiro.

A moça;

0 comentários
"A moça...ela muito amou, ama, amará, e muito se machuca também. Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar. As vezes esse alguém aparece, outras vezes, não. E pra ela? Por quem ela espera? E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça - que não era Capitu, mas também tem olhos de ressaca - levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário...por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo."

Caio F. Abreu
                                                                            Ana Souza.

Recordações ;

0 comentários
Recordações, coisas que vivi, passei e senti. Todos os verbos no passado querendo se ampliar no futuro. As fotos só me trazem saudades do tempo em que nada importava. As fotos nos fazem descobrir que eramos felizes e simplismente não sabiamos, não demos importancia e muito menos o valor que realmente merecia para cada momento vivido. Mas a vida continua e as recordações além de estarem em fotos, bilhetes, sonhos e saudades estão guardadas no coração por sete chaves. Cada momento, palavra, toque, saudade, cada choro, riso, sonho e a ideia de viver para sempre ainda preenche meu coração. O passado já não volta, mas ele continua eterno em nosso pensamento.

                                                             Carol Rodrigues .

Ao moço do sorriso bonito;

0 comentários
                                                                             "Que nem chegará a ler essas linhas"

Eu te amo.Estas tão explicio que não consigo entender por que não consegues enxergar. Sabe quantas vezes pensei em te dizer isso ? Milhares, sem contar as inumeras vezes que ensaiei a minha fala diante do espelho. Talvez seja por isso,que não consigo gostar de matemática e português. Sempre me perdia, depois de algumas dezenas tentei recomeçar, rever, contar, recontar, mas acabei surtando. Na verdade gostaria de parar de contar as vezes em que caminhei até a metade do caminho e desisti .
Somente falar não me satisfaz, entendeu ? Os dias passam e o que eu sinto por você foi aumento, assim como a distancia entre nós. Tomando dimensões gigantescas, que me faltam tempo, coragem, sentimentos e adjetivos para expressar tal sentimento. Embora saiba que não haverá diferença ficar calada ou dizer. O sentimento permaneceu apenas dentro de mim. Talvez eu tenha criado ilusões ou falsos desvaneios, mas eu insisto em pintar você no meu céu e estrelas no meu olhar .
Olhe, sei que não vai chegar a ler o que escrevi. Já amassei várias vezes a folha ,quando terminei, chegeuei a pensar em rasgar, pois sinto que as minhas palavras não servirão de nada, para fazer você entender o quanto você foi importante pra mim. Os sentimentos são enormes que já não cabem no meu coração. Não da mais para te dar morada, assim sem você aqui. 

                                                                              Karol Ribeiro