Meu pecado;

                                                                                                           ... é você

Poderia dizer que meu pecado seria luxuria, inveja ou então simplesmente preguiça, mais eu sinto em dizer que meu pecado é você, é amar tanto você.

Nunca lhe contei moço como eu ficaria sem você. Meu orgulho sempre foi o motivo de tal silêncio e agora sinto falta dos teus olhos azuis diante dos meus, de como me olhavam e de como você transformava o meu nome em um lindo verso de poema. Conto-lhe que sem eles é como se não houvesse sol e eu não conseguisse enxergar e saber a que lugar pertenço. Pois é como se não houvesse lugar pra mim, se não for ao teu lado.E agora moço, me diga o que faço para escapar dessa vontade que eu tenho de você?

Esse é o tal pecado que alimenta a minha alma, sou ainda pior, por você eu faria todos os outros pecados. Passo a me ver como uma pessoa egoísta, pois eu nunca poderia te dividir com alguém a não ser com meu próprio coração, mesmo depois de tudo eu ainda luto por você. Eu sou até mesmo uma pessoa soberba, pos como poderia não ter orgulho ao estar do seu lado, no lugar em que meu peito grita que sempre quis estar.

Essa distância está sendo o fim pra mim que doou o coração a alguém que nem ao menos se importou com ele. Então, devolva-o. E quando vier fique um instante comigo, não tenha pressa. Ninguém precisa mais de você do que eu. Não me importo se isso é avareza ou não. Esqueço de tudo, faço tudo e viro o mundo por você.

Estou acordada a algum tempo, sem o efeito do café e confesso-lhe que não consigo acreditar que ainda te quero depois de tudo que passamos juntos, que ainda me sinto uma criança quando estou com você, que ao seu lado perco a lembrança da luz sufocada dos dias que me acordam no inverno e que nada me tira a sensação agradabilíssima que sinto quando você me toca. A única coisa de que sei é que o meu maior pecado é ter amado e continuar amando você.
 
                                                               Karol Ribeiro e Carol Rodrigues

2 comentários:

Jota disse...

Hmm, dos textos que já li pro BK o seu é o mais diferente. Boa sorte, beijoos ;*

. disse...

obg *-*

Postar um comentário